Se o Yoga mudou a minha vida?

Sim, o Yoga muda a minha vida todos os dias. Dá-me realmente prazer dizer isto! Podem achar um exagero estas minhas palavras mas, por vezes, é no exagero que encontramos a motivação correta para transmitir algo que nos é tão profundo, tão intimo, tão nosso. Não tenho receio de o fazer… o exagero é a minha genuinidade e se é genuíno é puro, é real!

Yoga trouxe sobre mim a consciência do meu corpo físico, dos meus músculos, das minhas articulações, dos meus ligamentos, dos meus órgãos, da minha respiração mas, sobretudo, Yoga trouxe sobre mim a consciência do meu corpo etéreo, da minha mente, da minha alma, da minha essência. Cada meta atingida é mais um passo no sentido do crescimento interior. É assim que me sinto… Muito mais Eu, muito mais plena dentro do meu corpo, em todos os sentidos.

Yoga foi a forma que encontrei de acalmar a minha mente sem parar de me mexer. De criar espaço dentro de mim em todos os sentidos e quando isso começou a acontecer as transformações começaram.

Quando dás tempo ao Yoga de se fundir com quem és tudo muda. Os teus hábitos mudam, a tua alimentação muda, a forma como te mexes e falas muda, as tuas perspectivas mudam, as tua prioridades mudam… e acredita, tudo fica mais sereno em ti, tudo tem outro sentido. Sem pressas, sem receios, sem cobranças. Apenas tu e tu mesmo! Digam-me lá se isto não é algo realmente bom?!

Nem tudo é um mar de rosas. Existem dias em que a preguiça vence, existem dias em que o teu corpo não reage, em que discutes contigo mesmo, em que a vontade de desistir vem ao de cima… mas ninguém disse que as transformações que a prática traz seriam fáceis de aceitar!! Nem sempre são mas que valem a pena valem!!

Então nesses dias, menos bons, sê gentil contigo mesmo, permite-te parar e observar o que está a acontecer contigo. Parar para observar quem somos e como somos é uma das grandes transformações que o Yoga nos traz, então vamos aceitar essa nova forma de estar com nós mesmos!!

Se o Yoga mudou a minha Vida? Mudou… e continua a mudar todos os dias.

Muda a tua também.

Com amor,

Filipa Li