Uma abordagem clara e pragmática sobre esta parte tão importante de nós.

Objeto de grande preconceito ao longo de décadas, a espiritualidade foi durante muito tempo considerado tema-tabu, quase proibido. Depois das frustrações com mundo material exterior, a busca da felicidade fez com que voltássemos a nossa atenção ao mundo interior. E este mundo interior é conduzido pela vivência da espiritualidade.

O que é a Espiritualidade

Entender a espiritualidade é um aspecto fundamental para o entendimento de quem somos, para o auto-conhecimento. À parte dos conceitos das religiões, de uma forma bem simples e clara:

A espiritualidade é parte de quem nós somos, enquanto seres.
É uma dimensão de nós mesmos.
É a dimensão mais ampla do nosso ser, aquela que engloba todas as demais.

Pode ser que esta dimensão tenha ficado esquecida para algumas pessoas por algum tempo, mas isso não a faz inexistente.

O resgate da espiritualidade, ou da vivência do imaterial, é parte da experiência de sermos humanos. Assim o caminho para o desenvolvimento pessoal passa pelo trabalho com a espiritualidade.

Trabalhar a espiritualidade é fundamental

Numa analogia com o seu corpo físico, como parte do seu ser, a espiritualidade tem que ser trabalhada para ser desenvolvida, assim como um músculo.

Trabalhar a espiritualidade é desenvolver o aspecto mais amplo de si mesmo, o aspecto mais próximo de quem você verdadeiramente é. Trabalhar a espiritualidade é, desta forma, fundamental para o desenvolvimento pessoal.

Comece a dar os seus passos em direção a si mesmo, desenvolvendo a sua espiritualidade. Se precisar de orientação, veja aqui por onde começar e dê os seus passos.

Dê os seus passos, sem medo.
A descoberta de si mesmo é uma experiência extraordinária!

©imagem