Sente-se em silêncio; sinta-se no silêncio

Numa era de informação, na qual conseguimos estar em qualquer lugar do mundo ao simples toque de um botão num ecrã, estar em silêncio, com os olhos fechados é algo altamente subversivo!

Num mundo que nos exige tanto, em que somos empurrados pelas engrenagens dessa máquina para simplesmente avançar, fazer, comunicar, relacionar… num tempo no qual temos quase a obrigação de mostrarmo-nos bem e felizes; parar é algo extremamente desafiador.

No entanto, é no silêncio e na observação atenta e cuidadosa de nós mesmos que a grandiosidade da Vida nos é revelada. Algo tão simples, mas tão desafiante como apenas parar, contemplar, esperar, assimiliar…

Faça agora mesmo; não deixe para depois! Pare, feche os olhos e deixe-se estar por alguns momentos.

Escute o sliêncio. Sinta o silêncio. Seja o silêncio.

Faça isso todos os dias e construa o hábito de dedicar alguns momentos do seu dia para conectar consigo mesmo.

Experimente e depois me conte como foi, vou gostar de ouvir sua partilha 🙂 Vamos juntos desfrutar do som do silêncio!